INVESTIMENTOS - Emmanuel

Jefferson Severino - 05/11/2018 SC 01571 JP

INVESTIMENTOS
Emmanuel

 
Compreensível o espírito de previdência que induz o homem a se preservar contra a penúria.
 
A formação bancária na garantia comum, os estabelecimentos de segurança pública, as organizações de economia popular sem estímulo à usura e os institutos de proteção recíproca representam aquisições de inegável valor para a comunidade.
 
Ninguém deve menosprezar o ensejo de se resguardar contra a exigência imprevista.
 
Essa realidade, patente no plano material, não é menos tangível no reino do espírito.
 
Urge depositar valores da alma, nas reservas da vida, considerando as nossas necessidades de amanhã.
 
A interdependência guarda força de Lei, em todos os domínios do Universo.
 
Caridade é dever, porque, se os outros precisam de nós, também nós precisamos dos outros.
 
Não esperes, porém, pelo poder ou pela fortuna terrestres a fim de cumpri-la.
 
Faze os teus investimentos de ordem moral com o que tens e com o que és.
 
Começa agora.
 
Quotas pequeninas de força monetária totalizam grandes créditos.
 
Migalhas de bondade formam largos tesouros de amor.
 
Relaciona algumas das possibilidades ao alcance de todos:
 
- o minuto de cortesia;
 
- o testemunho de gentileza;
 
- o momento de tolerância, sem nenhum apelo à crítica;
 
- a referência amistosa;
 
- a frase encorajadora;
 
- a demonstração de entendimento;
 
- a desculpa espontânea, sem presunção de superioridade;
 
- a conversação edificante;
 
- a pequenina prestação de serviço;
 
- o auxílio além da obrigação...
 
No capítulo da propriedade, lembra-te da própria alma - a única posse inalienável de que dispões - e, recordando que precisas e precisarás de recursos sempre maiores e sempre novos para evoluir e elevar a própria vida, não te esqueças de que podes, a todo instante, trabalhar e servir, investindo felicidade e cooperação com ela.
 
Emmanuel
Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
Do livro: Encontro Marcado
 
 
 




« Leia outros artigos