BOA NOITE LUIZ INÁCIO por Marise Valéria Santos

Jefferson Severino - 08/04/2018 SC 01571 JP

BOA NOITE LUIZ INÁCIO
por Marise Valéria Santos
 
 
Sabe Luiz, tal como você, também sou de origem humilde. Minha mãe lavou muita roupa e fez muito crochê para me criar. Depois, minhas irmãs cresceram e foram ser tecelãs numa indústria em Bauru…
 
Estudamos em escola pública. Naquele tempo nem calçado tinha. Ganhava roupas usadas e me sentia uma rainha.
 
Com muito custo estudamos, Luiz Inácio!
 
Desde 5 anos eu já ajudava em casa para minhas irmãs trabalharem e minha mãe também.
 
Com 12 anos comecei a trabalhar fora, como doméstica, depois metalúrgica, até que terminei meu colégio e ingressei numa Universidade Pública.
 
Luiz Inácio, nunca fiz cursinho, nunca fui incentivada, levantava às 4 e ia dormir uma da manhã; tomava vários ônibus.
 
Caminhava muito, comia pouco, vivia para os estudos e, engraçado, nunca perdi um ano, nunca perdi uma aula e, Graças a Deus, em 1983 me formei em Medicina. Me especializei, me casei e junto com meu marido luto para dar o melhor para as minhas filhas.
 
Hoje sou preceptora em uma Universidade, ganho tão pouco que é uma vergonha ser médico nesse País… Depois que você quis brincar de presidente, as coisas pioraram ainda mais, mas o que se há de fazer.
 
Agora, vem cá:Você é pobre e não teve condição de estudar ? ? ?
 
Não me engana com esse rosário… Mas não mesmo…
 
Sua mãe era analfabeta? Empatamos; a minha também, eu ensinei a ela conforme ia me alfabetizando até aparecer o Mobral – desculpinha esfarrapada essa sua heim???
 
Eu engoli você esses 8 anos, com suas gafes, seus roubos, (e como sei de coisas. Conheço o Palocci…) E sempre fiquei na minha, quieta porque é um direito seu… Mas, hoje, ao ligar a televisão e ver você, hipocritamente, chamar a todos os brasileiros de burros e incompetentes,
 
lamento. Mas foi*a gota d’água! …
 
Não julgue os outros por você. Não me compare à sua laia … Sou apolítica, mas sou brasileira e em momento algum o senhor fez por merecer todo carinho que essa gente lhe dá.
 
Luiz Inácio, falar que o POVO BRASILEIRO NÃO TEVE INTELIGÊNCIA SUFICIENTE PARA DECIDIR A ELEIÇÃO, creia, foi a pior frase que você poderia ter dito… Posso até concordar que 48% não teve inteligência porque vive na ignorância, na mesma que você julga que o povo brasileiro tem.
 
Eu só espero que essa sua frase, dita num sorriso de quem já tinha bebido todas… Ecoe de Norte ao Sul do País e acorde esse povo que, como eu, lutou muito para chegar onde está… Que, como eu, não agüenta mais pagar impostos para o senhor e sua corja gastarem com sabe-se lá o que.
 
Foi mal Luiz Inácio… muito mal mesmo!
 
Uma brasileira.
 
Dra. Marise Valéria Santos
CRM 77.577-SP
 
” O que me preocupa não é o grito dos sem ética, dos sem caráter, dos corruptos, dos sem vergonha. O Que Me Preocupa É O Silêncio Dos Bons”.
 




« Leia outros artigos