PERGUNTAS E RESPOSTAS DE EMMANUEL

Jefferson Severino - 23/02/2018 SC 01571 JP

PERGUNTAS E RESPOSTAS DE EMMANUEL

 

"Como é encarado o divórcio nos planos superiores do espírito?"
 
- Não admitas o divórcio como sendo caminho salvador quando lutas se agravam. Ninguém colhe flores do plantio de pedras.
 
Só o tempo consegue dissipar as sombras que amontoas com o tempo. Só o perdão incondicional apaga as ofensas, apenas o bem extingue o mal.
 
"Qual a situação moral da alma no túmulo e no berço?"
 
- No túmulo, a alma, ainda vinculada ao crescimento evolutivo, entra na posse das alegrias e das dores que amontoou sobre a própria cabeça; no berço, acorda e retorna o arado da experiência, nos créditos que lhe cabe desenvolver e nos débitos que está compelida a resgatar.
 
"Todas as enfermidades conhecidas foram solicitadas pelo espírito do próprio enfermo, antes de renascer?"
 
- Mas nem sempre requisitamos deliberadamente semelhantes suplícios temporários, de vez que, em muitas circunstâncias, quais aquelas que se verificam no suicídio ou na delinqüência, caímos, de imediato, em desagregação ou na insanidades das próprias forças, lesando o corpo espiritual, o que nos constrange a renascer no berço físico, exibindo defeitos e moléstias congênitas, em aflitivos quadros expiatórios.
 
"Aceitando Jesus o auxílio de Simão, o Cirineu, desejava deixar um novo ensinamento às criaturas?"
 
- Essa passagem evangélica encerra o ensinamento do Cristo, concernente à necessidade de cooperação fraternal entre os homens, em todos os trâmites da vida.
 
Emmanuel
Texto extraído do livro Plantão da Paz
Psicografia Francisco Cândido Xavier
 
 




« Leia outros artigos