EMBRATUR COORDENA AÇÃO INTERMINISTERIAL DA CASA BRASIL NA RÚSSIA

Jefferson Severino - 11/02/2018 SC 01571 JP

EMBRATUR COORDENA AÇÃO INTERMINISTERIAL DA CASA BRASIL NA RÚSSIA
 
Espaço para a divulgação do turismo, cultura e esporte brasileiros durante Copa do Mundo irá receber 5 mil pessoas por dia
 
Presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, participa de audiência com ministros do Turismo, Marx Beltrão, da Cultura, Sérgio Sá Leitão, do Esporte, Leonardo Picciani, e da Segurança Institucional, Sergio Etchegoyen
 
 
A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) será responsável pela operacionalização da ação interministerial da Casa Brasil na Rússia. Os ministérios do Turismo, Esporte e Cultura vão promover ações de promoção do Brasil no espaço durante a Copa do Mundo. A expertise com eventos internacionais credenciou a autarquia para coordenar o projeto.
 
O presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, destaca a importância da ação integrada entre as pastas para que o Brasil possa divulgar seus atrativos, destinos turísticos, manifestações culturais e sua rica história no futebol mundial e capitalizar com isso, especialmente no setor de turismo, com a entrada de mais turistas internacionais no país. 
 
“Turismo é exportação já que traz dólares para o Brasil. A Copa do Mundo é uma ótima oportunidade para promoção do Brasil no exterior já que a seleção brasileira é referência mundial do esporte mais popular do mundo. A ação neste espaço durante o evento pode ser um instrumento de geração de negócios e de exportação de bens, serviços e turismo”, afirma. 
 
O início das tratativas para a promoção do turismo, cultura e esporte durante o torneio aconteceu nesta quarta-feira (7), em audiência no Palácio do Planalto e contou também com a presença dos ministros do Turismo, Marx Beltrão, da Cultura, Sérgio Sá Leitão, do Esporte, Leonardo Picciani e da Segurança Institucional, Sergio Etchegoyen, além do secretário especial de Comunicação Social, Márcio de Freitas. 
 
A ação integrada dos três ministérios envolvidos pode impactar positivamente na imagem do Brasil durante o evento esportivo e estimular a vinda de mais turistas estrangeiros. Os destinos e produtos turísticos nacionais poderão ser conhecidos por até 150 mil pessoas nos três mil metros quadrados da Casa Brasil durante os 30 dias de jogos. Deste universo, 90% são estrangeiros, oriundos de mercados considerados prioritários para a Embratur, como Argentina, Estados Unidos, México, Espanha, Inglaterra, Colômbia e Rússia. O impacto digital das ações, por meio de redes sociais e internet, pode chegar a 150 milhões de pessoas. 
 
O projeto da Casa Brasil se chama Brazil Experience e espera, além de promover o país como destino turístico, reproduzir na capital russa aspectos culturais brasileiros, com apresentações de música, dança, eventos de gastronomia e realizar reuniões de trabalho e rodada de negócios.
 




« Leia outros artigos