O BRASIL DEFINITIVAMENTE NÃO É UM PAÍS SÉRIO - por Lucas Pagani

Jefferson Severino - 11/02/2018 SC 01571 JP

O BRASIL DEFINITIVAMENTE NÃO É UM PAÍS SÉRIO
por Lucas Pagani

 
O Brasil não é para iniciantes e nem para inocentes. Prova disso é essa recente notícia que parabeniza um detento por ter passado em primeiro lugar no vestibular para Cinema e Artes Visuais na Federal do Pará.
 
O nome do presidiário é Pedro Henrique Araújo. Louvável, um homem de 34 anos passar em primeiro lugar numa universidade federal. Isso mostra que o sistema penitenciário brasileiro ressocializa os reclusos! Seria lindo se não estivéssemos no Brasil.
 
Pedro Henrique Araújo é acusado de estuprar três meninos menores de idade. Não bastasse o ato, ele filmou os três estupros. Veia artística? A faculdade apenas aperfeiçoará tal talento?
 
O estuprador, agora, pode perseguir o seu caminho com uma nova profissão, uma nova faculdade. Certamente, poderá ser ressocializado, em especial, nos corredores de uma Universidade Federal. Passará a circular pelo mesmo ambiente que nossas filhas, filhos, irmãs, irmãos, sobrinhos e sobrinhas. Talvez até dividirá uma cerveja numa mesa de bar com eles. Isso que eu chamo de ressocialização.
 
Não me surpreendo. Afinal, um país onde um ex-presidente não é preso após condenação de segunda instância, qual seria a chance de Pedro Henrique Araújo continuar preso? Pelo menos, conseguirá um diploma de Ensino Superior. Chupa, Lula.
 
Outro fato interessante é que, segundo o estadão, treze – olha a coincidência do número, aí – réus da lava-jato já tiveram suas penas executadas logo após a segunda instância. Piada? De mau gosto.
 
PUBLICIDADE
Nosso sistema carcerário e penal é uma piada. Brasileiro que é brasileiro sabe que não pode confiar na justiça brasileira. Como diria Sólon “as leis são como as teias de aranha que apanham os pequenos insetos e são rasgadas pelos grandes”. Acrescentaria o fato de que, as leis, no Brasil, só funcionam para quem, justamente, deveriam proteger. Enquanto políticos se safam, estupradores vão para a faculdade, não haverá qualquer império da lei nessa pocilga que chamam de Brasil.
 
Enquanto aqueles que deveriam ficar presos e reclusos estão andando nas ruas, você brasileiro, tem que ficar trancafiado dentro da sua casa e dormir, todos os dias, se preocupando com a possibilidade de ser roubado.
 
O Brasil parece ser um país para loucos, entorpecidos e inconscientes. Como bem afirmou Edmund Burke, “para o triunfo do mal só é preciso que os bons homens não façam nada.”
 
Acadêmico de Economia da Universidade Federal de Rio Grande (FURG).
 




« Leia outros artigos