OLHOS DE MISERICÓRDIA - Ir. José

Jefferson Severino - 13/11/2017 SC 01571 JP

OLHOS DE MISERICÓRDIA
Ir. José


 

A maldade é, em todos os seres, um estado transitório.

Compadece-te, pois, de quem a pratica.

Mais que punição, o criminoso é alguém que requer prolongado tratamento.

Em determinadas circunstâncias, o homem é passível de cometer os maiores desatinos.

Imaginemos se Deus não nos olhasse com os olhos repletos de Misericórdia!

Quem há que não necessite de indulgência?

Que os nossos olhos se encham de misericórdia para com os semelhantes.

Na mão que apedreja e na voz que calunia, vejamos o espírito doente.

Na atitude mais absurda, detectemos a enfermidade de quem por ela se responsabiliza.

A mente adoece com mais frequência e gravidade do que o corpo.

Analisa o teor dos teus pensamentos e saberás que assim é.

O ser humano em evolução, recém-saído de seu primitivismo psicológico, é um espírito
tangenciando a insanidade.

Irmão José
Do livro “Dias Melhores”
Psicografia de Carlos A. Baccelli





« Leia outros artigos