CUIDADOR DE IDOSOS: INSTITUIÇÕES FOCAM NESTA NOVA PROFISSÃO

Jefferson Severino - 10/05/2017 SC 01571 JP

Com o envelhecimento da população, será cada vez mais necessário estar preparado para cuidar dos idosos

 

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde, em 2025, o Brasil deverá possuir a 6ª maior população idosa do mundo, com cerca de 32 milhões de pessoas com idade acima de 60 anos. Pensando justamente neste novo público, instituições de ensino já focam em cursos destinados especificamente neste novo perfil de cliente. 

 

A Faculdade Municipal da Palhoça - FMPSC, por exemplo, está realizando através da Coordenação de Projetos de Pesquisa, Extensão e Responsabilidade Social – COPER, o II Curso de Formação de Cuidador de Idosos, garantindo qualificação e preparação dos profissionais que trabalham nesta ocupação - já reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego - e que vem chamando atenção de pessoas de diferentes idades e classes sociais. Quem também identificou a necessidade e criou o curso foi o IFSC - Instituto Federal de Santa Catarina. Ambos visam preparar melhor as pessoas para a atender e proporcionar aos idosos um envelhecimento mais saudável e com menor comprometimento funcional.

 

 

Na FMPSC, a segunda turma já está em fase de conclusão de curso, e o módulo deste mês foca na orientação dos alunos para a prática de atividades recreativas e ações que promovam o bem-estar físico e emocional do idoso. A convidada é a terapeuta ocupacional Mariana Nicoletti Cenci, especialista em gerontologia, membro da Associação Brasileira de Alzheimer e diretora da Supera Continente.

 

Mariana Nicoletti Cenci irá compartilhar seus conhecimentos, disponibilizar o 1º Manual da Terceira Idade - e-book com dicas, orientações e cuidados que todos podem ter para manter a autoestima em alta e sentir-se saudável nesta fase tão rica e longa da vida - bem como, explicar um pouco da metodologia utilizada pela maior franquia de ginásticas para o cérebro do país, para potencializar a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora através de aulas dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam e contribuem para uma melhor qualidade de vida, em um espaço preparado e organizado para ser agradável e estimulante.

 

 

 

"Exercitar o cérebro é fundamental para preservar a memória, uma das funções que mais orientam o ser humano na sua vida cotidiana. As atividades que estimulam as conexões neurais mantêm o cérebro bem conectado e saudável, garantindo um desempenho efetivo da memória e do pensamento. A ginástica cerebral já é reconhecida por neurologistas e recomendada para idosos que querem se manter ativos e retardar o aparecimento de sintomas de doenças como Alzheimer. Colaborar na formação destes profissionais é garantir um futuro melhor para muitos idosos", enfatizou Mariana.

 

Quem gostou do tema deve ficar atento, pois ainda este mês a Faculdade Municipal da Palhoça lança edital e abre inscrições para a nova turma que inicia em agosto. Mas, se o objetivo é ter acesso gratuitamente ao 1º Manual da Terceira Idade?, basta acessar o site www.superafloripacontinente.com.br ou solicitar o envio pelo fone 3209-0902. Envelhecer ativamente é o que todos almejam. Que tal começar agora? Compartilhe este material para que mais pessoas possam realizar o download e se beneficiar das dicas.

 

O evento é exclusivo para os alunos do II Curso de Formação de Cuidadores de Idosos, mas o acesso ao 1º Manual da Terceira Idade está disponível a toda comunidade.





« Leia outros artigos