TRILOGIA DAS EXCELÊNCIAS ! por Aileda de Mattos Oliveira

Jefferson Severino - 06/05/2017 SC 01571 JP

TRILOGIA DAS EXCELÊNCIAS !
por Aileda de Mattos Oliveira

 

Na Grécia Antiga, a Trilogia compunha-se de três tragédias representadas em conjunto por terem temática comum. No Brasil, afogado na impunidade por instituições a serviço dos réus, essas tragédias são encenadas pelos próprios componentes do chamado Três Poderes que executam, legislam e julgam em causa própria e em causa de quem lhes facilitou a vida. São atores completos, uns na arte da prestidigitação do dinheiro público, outros, gênios nas interpretações das leis, meras manobras capciosas nas vozes do trio chicaneiro de magistrados.

O indigno STF deveria compor-se de isentos profissionais investidos da mais alta autoridade, e não de partícipes da vergonhosa representação teatral que vem desmoralizando o país em todos os níveis. Não são julgadores, faltam-lhes profundo acervo jurídico e independência de ação. São coordenados por agentes exteriores, movidos por interesses pessoais e gratos pelas vagas que ocupam na que já foi a mais Alta Corte da República. Esta Casa, hoje, é sinônimo de Deboche, também corrompida pelo amestramento de membros já desmoralizados pelos qualificativos palavrões do larápio-mor.

A água fétida que sai de um esgoto federal escorre e vai engrossar a que sai dos outros dois, também conchavados, indo num contínuo, espraiando-se, engrossando o lamaçal da sem-vergonhice, afogando o país num mar infectado pela concupiscência e pela molecagem sem fim. Nesse jogo de sordidez sem limites a participação doméstica ganha destaque especial e decisiva. Eike que o diga!

Clamamos que não há Justiça no país! Incrível ter que confessar tão horrenda realidade! Os bandidos da pior espécie são libertados por homens frouxos, comprometidos, temerosos com o conteúdo da delação dos Chefões da rede. A ‘morcegagem’ de toga corre a libertá-los para não serem citados por eles. A verdade é que o jogo de intimidação de Palocci deu certo. Grande estrategista! Com a sua ameaça de delação, mandou um recado direto, objetivo e fizera com que os próprios se identificassem e se condenassem.

Por isso, torcem as leis, equilibram-se na verborragia jurídica para acobertamento da incompetência e, principalmente, dos acordos secretos com a quadrilha de larápios que ainda assalta o país.

Se só favorecem o patronato amigo, então, não precisamos deles. Chega de magistrados escolhidos por presidentes mal-intencionados, e impedidos pela submissão de legislar com honradez. Que sejam concursados! Que tenham currículos de peso! Que o saber corra paralelo à moral e à altura dos títulos!

Mas se não cumprem a sua missão, se estão a serviço da maior organização criminosa no mundo, que deixou o Brasil entregue à anarquia de facções políticas e de outras que infernizam as ruas das cidades, então fechem essa Casa!

Os obesos rendimentos pagos pelo povo a essa cambada arrogante que se agarra a seus empregos conquistados pela sujeição e não pelo saber, não deveriam mais ser pagos pelos contribuintes. Não devemos mais arcar com o sustento de abjetos bonecos de togas , conceder-lhes prerrogativas, vantagens, se nada fazem para o bem do país, para o bem da sociedade brasileira.

Acabemos, de vez, com o autocratismo de Brasília! Acabemos, de vez, com a empáfia dessas excelências mancomunadas com o pior da política nacional!
 
Aileda de Mattos Oliveira
Dr.ª em Língua Portuguesa. Acadêmica Fundadora da ABD. Membro do CEBRES

prednisolon vid kol prednisolon omeprazol prednisolon halveringstid




« Leia outros artigos